Depois de 8 horas de trabalho, ela compartilhou fotos dos seus pés de salto alto.

0

Partilha fotos dos pés, depois de 8 horas de trabalho, como empregada de balcão, com sapatos de salto
Nicola Gavins é canadense e partilhou a história da amiga, empregada de mesa no Joey Restaurants.
A direcção do Joey Restaurants, obriga as mulheres a trabalharem de saltos altos a servirem á mesa e devem comprar o próprio fardamento.
A amiga de Nicola tirou uma foto aos seus pés depois de um longo dia de trabalho a servir às mesas de salto alto.
O resultado foi este:

Depois de 8 horas de trabalho, ela compartilhou fotos dos seus pés de salto alto

Nicola, partilhou a foto nas redes sociais e acrescentou ““A política deles ainda é obrigar as funcionárias a usarem saltos, a menos que haja restrição médica. Os pés da minha amiga sangraram a ponto de ela perder uma unha, mesmo assim foi repreendida pelo gerente por mudar o calçado. No dia seguinte foi obrigada a usar os mesmos sapatos. A equipa feminina tem que comprar o uniforme que custa 30 dólares (cerca de 26 euros), enquanto os homens têm de se vestir apenas com roupa preta”.
Depois de várias partilhas e vários comentários o dito restaurante decidiu responder: “Não existe altura mínima quando se trata de política de calçados. Os sapatos variam entre rasos, plataformas ou saltos altos pretos. Para aqueles empregados que usam saltos, exigimos que a altura não seja mais do que 6cm”.
O restaurante nega a acusação.
Estas partilhas criaram uma revolta enorme, visto que se discutem cada vez mais as políticas sexistas e discriminatórias contra a mulher no ambiente profissional.

Compartilhe no Facebook